Quarta-feira, 2 de Novembro de 2005

Sou Citadino!...


 Será que o facto de se ser citadino é mau? Será que ao compararmos a vida da cidade e a da aldeia perdida no monte é como se uns vivessem, os da aldeia, no paraíso e os outros, os citadinos, no inferno? O trânsito caótico, o stress do dia-a-dia, a televisão, o computador, pode-se comparar à vida sem horas, o levantar ao nascer do sol e o deitar quando ele se põe, sem barulhos a não ser o chilrear da passarada, do mugidos dos bovinos, o balido das ovelhas pela encosta, e o silêncio da noite cortado aqui e ali com o piar de uma coruja?

 Será que o viver numa cidade onde as pessoas mal se conhecem, compara-se ao bom dia que todos os dias na aldeia dão uns aos outros e onde cada um sabe a vida toda do(a) vizinho(a) do lado?

 Será que é esse lado que faz com que todos os dias nos debrucemos sobre o teclado para colocar uma mensagem, um comentário, trocar um mail com pessoas que nunca as vimos e nem sabemos quem elas são e como são e, muitas vezes, escrevem aqui aquilo que sabem que as pessoas gostam de ler e não o que tem a haver com o que ela é no seu dia-a-dia, criando uma imagem ilusória de si nos outros?

 Sou citadino, gosto da cidade. Gosto do bulício, das expressões diárias, de me sentar ou passar no Martinho da Arcada, na Brasileira e saber que ali esteve Fernando Pessoa e Mário de Sá Carneiro. Sou citadino, porque nasci e vivi sempre em cidades. Os eléctricos, os “machimbombos”, o metro, foram uma constante na minha vida.

 Se assim é, serei “Pobre”? Então vamos ler este texto e perguntar se porventura a pessoa que o escreveu e canta loas à vida da aldeia se lá vivesse e não tivesse um computador como é que faria chegar esta mensagem até nós? Talvez com sinais de fumo…

Ser Pobre

 Um pai, bem de vida, querendo que seu filho soubesse o que é ser pobre, o levou para passar uns dias com uma família de camponeses.

O menino passou 3 dias e 3 noites vivendo no campo.

No carro, voltando para a cidade, o pai perguntou:

-Como foi sua experiência?

-Boa, responde o filho, com o olhar perdido à distância.

-E o que você aprendeu? Insistiu o pai.

O filho respondeu:

-Que nós temos um cachorro e eles tem quatro

-Que nós temos uma piscina com água tratada, que chega até a metade do nosso quintal. Eles tem um rio sem fim, de água cristalina, onde tem peixinhos e outras belezas.

-Que nós importamos lustres do Oriente para iluminar nosso jardim, enquanto eles tem as estrelas e a lua para iluminá-los.

-Nosso quintal chega até o muro. O deles chega até o horizonte.

-Nós compramos nossa comida, eles cozinham.

-Nós ouvimos CD?s... Eles ouvem uma perpétua sinfonia de pássaros, periquitos, sapos, grilos e outros animaizinhos...tudo isso às vezes acompanhado pelo sonoro canto de um vizinho que trabalha sua terra.

-Nós usamos microondas. Tudo o que eles comem tem o glorioso sabor do fogão à lenha.

-Para nos protegermos vivemos rodeados por um muro, com alarmes...Ele vivem com suas portas abertas, protegidos pela amizade de seus vizinhos.

-Nós vivemos conectados ao celular, ao computador, à televisão. Eles estão "conectados" à vida, ao céu, ao sol, à água, ao verde do campo, aos animais, às suas sombras, à sua família.

O pai ficou impressionado com a profundidade de seu filho e então o filho terminou:

- Obrigado, pai, por ter me ensinado o quanto somos pobres!


 Todos os locais têm a sua beleza e não é por se ser da aldeia ou da cidade que se é mais “rico” que o outro, essa é a minha opinião mas,... eu sou citadino!…



publicado por marius70 às 18:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Eu, escriba!

Morreu o "canastrão"

Mudança de hora

Madonna

A "mãe" natureza

arquivos

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Março 2016

Fevereiro 2014

Novembro 2013

Agosto 2013

Outubro 2012

Julho 2011

Maio 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

tags

todas as tags

links

SAPO Blogs

subscrever feeds